angle-up angle-right angle-down angle-left close user menu open menu closed search globe bars phone store

Vá para o Reino Unido ou Europa

  • Aceito por 100% das universidades britânicas, incluindo as famosas universidades do Russell Group®
  • Aceito pelas melhores universidades europeias, sendo o preferido na França e na Alemanha.1

Reino Unido

O teste TOEFL iBT® é aceito para admissões por 100% de todas as universidades do Reino Unido, incluindo as famosas universidades do Russell Group.

Se você é cidadão da União Europeia e chegou antes de 1º de janeiro de 2021, pode estudar no Reino Unido sem visto de estudante.

Se você é cidadão da UE, do EEE ou da Suíça e pretende chegar ao Reino Unido em 1º de janeiro de 2021 ou após essa data, você precisará solicitar um visto de estudante de acordo com a nova rota do estudante do governo do Reino Unido (conteúdo em inglês).

Você pode encontrar mais informações sobre como viver e estudar no Reino Unido no site Conselho para Assuntos de Estudantes Internacionais (UKCISA) do Reino Unido (conteúdo em inglês).

Usando o teste TOEFL iBT® para visto de estudantes

O Ministério do Interior do Reino Unido (conteúdo em inglês) agora usa um sistema baseado em pontos (conteúdo em inglês) para emitir vistos de estudante. Os alunos internacionais devem atender ao requisito de 70 pontos, e o requisito de língua inglesa conta para 10 dos 70 pontos.

O teste TOEFL iBT é aceito para o requisito de idioma inglês para vistos de estudante sob certas condições. O Ministério do Interior permite que cada universidade escolha o método a ser usado para avaliar as habilidades em língua inglesa dos candidatos. Sob esta disposição, uma universidade pode emitir uma Confirmação de Aceitação para Estudos (Confirmation of Acceptance for Studies - CAS) para estudantes que obtenham pontuações em um teste de inglês que não seja formalmente reconhecido pelo Ministério do Interior do Reino Unido como um Teste de Língua Inglesa Seguro (Secure English Language Test - SELT).

Para utilizar as suas pontuações do TOEFL iBT dessa forma, as condições a seguir devem ser atendidas:

  • A universidade britânica de sua escolha deve aceitar o teste TOEFL iBT como critério de ingresso. Verifique no site da universidade ou entre diretamente em contato com o departamento de admissões, a fim de confirmar a aceitação das pontuações do TOEFL iBT para solicitações de estudo no nível de graduação ou acima.
  • Você deverá atender ao critério de pontuação do TOEFL iBT para ingresso na universidade e na sua área de estudo. Verifique no site da universidade informações sobre a pontuação mínima do TOEFL iBT, uma vez que cada universidade pode ter diferentes requisitos, dependendo do curso ao qual você pretende se candidatar.
  • Você atende aos requisitos de pontuação do TOEFL iBT definidos pelo Departamento de imigração. Essas pontuações são:
    • Para cursos de nível universitário - nível B2
      • Total: 72
      • Reading: 18
      • Listening: 17
      • Writing: 17
      • Speaking: 20

    Europa

    Se você planeja estudar na União Europeia ou no Espaço Schengen e for oriundo de fora da Europa Ocidental, você precisará de um visto. Se sua estadia for de 90 dias ou mais, você também precisará de um visto de longa duração ou autorização de residência.

    Você deve ser aceito por uma instituição respeitável no país da UE antes da inscrição. Para solicitar esses documentos, a inscrição deve ser enviada para o país em que planeja estudar, juntamente com a documentação e os comprovantes necessários. Isso pode incluir:

    • um passaporte válido
    • carta de aceitação
    • seguro médico
    • prova de proficiência no idioma
    • prova de que você é capaz de pagar as despesas de ensino e se manter

    Normalmente, o processamento leva cerca de um mês, embora possa demorar até 90 dias. Se você não receber uma resposta dentro de 90 dias, é provável que tenha sido rejeitado. Nesse caso, entre em contato com o gabinete de vistos para obter mais informações.

    Para mais informações sobre estudar na Europa, consulte:

    1 Fonte: Pesquisa com 59 responsáveis pelo processo seletivo em universidades francesas e 100 responsáveis pelo processo seletivo em universidades alemãs.